Alopecia Areata: Causas, Tratamentos e Consequências

Alopecia areata é uma condição auto-imune, que causa perda de cabelo repentina, em especial no couro, mas também pode acontecer nas sobrancelhas, barba ou até outra área do corpo. Geralmente acontece numa idade precoce e é comum tanto em homens como em mulheres.

Por vezes, pode ocorrer prurido juntamente com a queda dos cabelos, mas habitualmente não existem outros sintomas associados. A doença é facilmente identificada através de biópsia.

Causas da Alopecia Areata

Se você já está com alopecia areata provavelmente está mais interessado em saber como se curar, mas primeiro é importante saber o que pode ter causado esta patologia…

A principal causa está no estresse e situações de ansiedade extrema, como: trauma, morte de familiar, acidente, gravidez, ou de outras grandes alterações na sua vida. Por outro lado a alopecia também pode estar ligada a outras doenças auto-imunes, é mais comum acontecer em pessoas que tenham:

Se a perda de cabelo não for total, o cabelo pode crescer novamente dentro de alguns meses, mesmo sem tratamento. No entanto, é sempre recomendado fazer tratamento para ajudar no processo de cura e não ter nenhuma reversão. Veja abaixo como solucionar a questão!

Tratamento da Alopecia Areata

alopecia areata
Uma vez que é diagnosticada, existem diferentes tratamentos disponíveis para ajudar a solucionar a alopecia areata. No lote dos tratamentos mais usados estão:

É importante deixar claro que todos esses tratamentos não acabam definitivamente com a alopecia areata, eles estimulam o folículo a produzir cabelo novamente, e, precisam ser mantidos até que a doença desapareça. Na verdade, é o seu organismo que se vai curar a ele próprio.

Consequências associadas à doença!

alopecia Embora a alopecia não seja considerada uma doença grave, pode afetar as pessoas psicologicamente. Alguns pacientes ficam mais anciosos e preocupados, ficam com baixa autoestima e até com sintomas depressivos, querendo a tudo o custo evitar a sua exposição publica.

É preciso muito cuidado com esta situação, e, especialmente em crianças, o tratamento psicológico precisa ser considerado, pois, devido à descriminação dos colegas, as crianças podem se sentir excluídas do seu meio.

Se você tem ou já teve alopecia areata partilhe sua história conosco! O que ajudou na sua recuperação? Qual foi o melhor tratamento para você? Quanto tempo precisou para se curar definitivamente?

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (251 votos! Artigo c/ 4,19 estrelas num máximo de 5)
Loading...

6 Comentários em “Alopecia Areata: Causas, Tratamentos e Consequências”

  1. IVANILZA GOMES disse:

    EU TENHO 38 ANOS , TENHO ALOPECIA AREATA A QUASE UM ANO , ESTOU MAL COM OS REMEDIOS , SÓ ME FAZEM MAL , PREFIRO FICAR CARECA DOQUE SINTIR OS EFEITOS DOS REMEDIOS

  2. Stefani disse:

    Olá, eu tbm tenho alopecia areata. E estou sendo tratada através da alimentação. E estou vendo diferença, antes usava remédios via oral e n me ajudou em nada.

    Se quiserem algumas dicas me chamem no whats 71-987594647

    • Sueli disse:

      Bom dia stefani!descobrir que tenho Alopecia a 5 dias já fui ao dermatologista estou iniciando o tratamento mas se vc puder me ajudar com receitas de alimentação vou ficar muito agradecida. Meu nome é Sueli moro em Aracaju 79 99309773 meu zap

  3. Andreza disse:

    tenho 21 anos a primeira vez que apareceu tinha 19 anos , trato a alopecia com uso de minoxidil e tomo 1 capsula de biotina por dia , procure um dermatologista!

  4. Elmíria disse:

    Eu tenho Alopécia, e o médico receitou-me Nizoral – griseofolvina – ( pumada ) e Geovin ( comp. ). Mas até agora não sinto mudanças. Parece que só piora porque começaram a aparecer furúnculos, e agora sinto dorer qdo toco no couro cabeludo. Ajudem-m

    • Tainá disse:

      Tenho 33 anos e tenho alopecia areata desde os meus 5 anos… tentei todos os tipos de tratamento mas sabendo que é algo que não tem cura… hj em dia eu aceitei a doença e uso prótese capilar…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*